quarta-feira, 9 de junho de 2010

SERVIÇO SOCIAL NA ESCOLA



SERVIÇO SOCIAL NA ESCOLA
Elencamos algumas possibilidades de atuação do Serviço Social junto a realidade escolar brasileira:
  • PLANTÃO SOCIAL NA ESCOLA - constitue em uma das práticas do Assistente Social, tendo em vista a disponibilidade de um espaço para atendimento prioritário a família do educando. Esse atendimento é pautado na garantia de direitos, realizado por meio de articulação com a rede socioassistencial, tendo como finalidade atender as demandas sociais inerentes ao educando e a sua família.

GRUPO OPERATIVO COM FAMÍLIA - o grupo caracteriza-se com um espaço de "aprender a aprender", ou seja, baseado na modalidade Grupo Operativo Ensino-Aprendizagem, o referido espaço oportuniza que temáticas relacionadas a educação, direitos socais, comunidade, dentre outras, sejam trabalhadas de acordo com os anseios e necessidades das famílias envolvidas. É importante ressaltar, que mais do que disponibilizar informação, o coordenador do grupo deve desenvolver atividades que possam promover reflexões e consequentemente tomada de consciência e postura das famílias ante as temáticas trabalhadas.

FORMAÇÃO COM PROFESSORES - o objetivo desta formação deve estar em consonância com as necessidades contemporâneas dos professores. Refiro-me aqui como "necessidades", questões que perpassam o cotidiano do seu educando, e consequentemente de suas famílias. Há inúmeras possibilidades de trabalho neste espaço: desmistifivar o Serviço Social em âmbito escolar; propiciar subsídio teórico aos docentes em questões que tratam a formação profissional do Assistente Social.

Finalizamos com a seguinte citação:

"Assim, destaca-se que o profissional do Serviço Social se insere na área da educação com o objetivo de complementar o quadro funcional e tradicional já conhecido na estrutura escolar. Pode-se afirmar que o Assistente Social vem atender as demandas inerentes a escola, que as situações da contemporaneidade, elegem a escola à um patamar de não resolutibilidade de suas necessidades atuais, oriundas das expressões da questão social e da desigualdade social produzida pelo sistema capitalista ( SANTOS, 2009, p.01)".

Referência:

SANTOS, André Michel. Reflexões necessárias sobre a educação do século XXI na perspectiva do Serviço Social: reprodutora ou libertadora? P@rtes.V.00 p.eletrônica. Dezembro de 2009. Disponivel em: www.partes.com.br/educacao/reprodutoraoulibertadora.asp